Prefeitura da Uruana de Minas realiza ações educativas contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Prefeitura da Uruana de Minas realiza ações educativas contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Prefeitura Municipal de Uruana de Minas através do Conselho Tutelar juntamente com as Secretarias de Assistência Social e Educação realizaram no dia 17 e 18 de maio campanha em prol do “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.
Os eventos reuniram aproximadamente 500 pessoas, entre alunos das escolas municipais, escola estadual, creche, servidores municipais e estaduais, secretários municipais, palestrantes, sociedade civil, Polícia Militar, Prefeito municipal e Primeira Dama.
A campanha deu início na quinta-feira dia 17 de maio, no distrito do Cercado, e sexta-feira dia 18 no município de Uruana de Minas, onde, foram realizados vários trabalhos, como, caminhada nas principais ruas do distrito e do município, apresentações de cartazes feitos pelos alunos das escolas, desfile realizado pelos alunos da escola do distrito do Cercado, peça teatral promovida pelo CRAS, e palestras com a Psicóloga do CRAS e a Assistente Social do Abrigo AMMAR do município de Arinos-MG.
É importante enfatizar que esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.
A proposta do “18 de maio” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.
Aos adultos, além da sua responsabilidade legal de proteger, de defender crianças e adolescentes, cabe o papel pedagógico da orientação e acolhida. Dessa forma, buscando superar mitos, tabus e preconceitos oferecendo segurança para que possam se reconhecer como pessoa em desenvolvimento e se envolver coletivamente na defesa, garantia, e promoção dos seus direitos. Para denunciar qualquer ato que configure abuso ou exploração sexual, a população deve entrar em contato pelo disque 100 e contar com o apoio do Conselho Tutelar, da Polícia Militar e do CRAS de seu município.
DSC_0553

DSC_0330

DSC_0452

DSC_0503

DSC_0497

0 0 2380 18 maio, 2018 Fique Ligado, Sec. Assistência Social, Slide maio 18, 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários (Facebook)