TV Globo Minas faz matéria sobre o Tingimento Natural em Uruana de Minas.

TV Globo Minas faz matéria sobre o Tingimento Natural em Uruana de Minas.

No dia 09 de maio, a “TV Globo Minas” Programa Terra de Minas, esteve em nosso município, fazendo uma matéria sobre o Tingimento Natural na Associação dos Artesãos Cores do Cerrado, através da Central Veredas, onde mostraram todo o processo do tingimento desde a colheita da matéria prima do cerrado até o resultado final, e como Uruana de Minas é a cidade das cachoeiras fizeram a abertura do programa na nossa belíssima Cachoeira da Jiboia.
O tingimento natural surgiu a milhares de anos antes de cristo, com o passar do tempo foi ficando esquecido essa tradição tão importante para a sociedade, antes as mulheres plantavam o algodão colhiam, descaroçavam, teciam no tear manualmente e fiavam, teciam suas próprias vestimentas e tingia com o que elas tinham que eram as cascas, raízes e folhas das arvores do cerrado usavam lama para conseguir a coloração preta que era usado para o luto quando perdia um ente querido.
Aqui na região surgiu o tingimento porque era muito difícil chegar um mascate que era os comerciantes da época, como era muito difícil o acesso, eles demoravam a voltar, então elas começaram a plantar o algodão, colher, descaroçar, fiar e tecer no tear manual, não só roupas elas teciam mas entre outros. Com o passar do tempo e a facilidade de comércio, essa tradição foi se perdendo.
Então em 2002, a Artesol fez esse resgate dessa tradição e foi daí que surgiu a Associação dos Artesãos Cores do Cerrado de Uruana de Minas, esse projeto beneficiou nove munícipios da região, Uruana de Minas ficou com a parte do tingimento natural onde resgatou esses saberes e tradições. A Associação Cores do Cerrado conta com quatorze mulheres ativas entre tingideiras, fiandeiras e crocheteiras.
A quatro anos a Tingideira Evaneide França tomou frente do projeto do tingimento Natural no município, realiza oficinas, cursos e recebe turistas que vem conhecer o projeto e também tingi as linhas artesanal para grandes estilistas. Evaneide disse “ Quando participei do projeto me encantei pelas cores, comecei a pesquisar novas cores e hoje temos mais de vinte cores que usamos para tingir os tecidos e as linhas, surge a cada tingimento uma nova cor isso e maravilhoso pois as cores são únicas, começamos a ver o cerrado com outro olhar de forma que não queremos mais destruir e sim fazer um trabalho sustentável e ecologicamente correto gerando renda para as famílias e protegendo a nossa maior riqueza que e o cerrado”, e ressaltou que a associação hoje tem a possibilidade de beneficiar trinta mulheres, hoje só falta recurso para que possamos beneficiar mais famílias.”
Uruana de Minas, está sendo conhecida por suas culturas, tradições e suas belezas naturais.

.DSC_0143

DSC_0002

DSC_0100

DSC_0114

DSC_0122

DSC_0135

1 0 2520 09 maio, 2018 Destaques, Sec. Cultura, Sec. Des. Econômico & Turismo maio 9, 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários (Facebook)